Sindicato dos Servidores Municipais de Teresópolis
PCCS: uma conquista que veio para somar
PCCS Aprovado

PCCS: uma conquista que veio para somar

A total implantação do Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) – antiga luta do SINDPMT e que se tornou realidade em 2013 – repercutirá aumentando os vencimentos de todo o funcionalismo público municipal de Teresópolis.

O que ainda trava a conquista plena do sonho conquistado é o não pagamento de duas das seis parcelas previstas na tabela de reestruturação salarial do PCCS, vencidas em janeiro e julho de 2016. Só para se ter uma ideia, um servidor que tenha apenas o curso de alfabetização teria seus vencimentos aumentados dos atuais R$ 1.013,44 para R$ 1.293,54 – com a implantação total do Plano.

Em 2013, esse mesmo servidor, sem o PCCS, recebia R$ 472,14. Isso corresponde a menos que o valor do salário-mínimo nacional à época, que era de R$ 678,00.

A diferença era completada pela Prefeitura, sendo que os adicionais incidiam sobre o menor valor, desvantagem matemática ao funcionário.

Atualmente, graças à conquista do PCCS, esse mesmo servidor já recebe mais que o salário-mínimo atual.

Mas os ganhos poderiam ser ainda maiores, se em 2016 os vencimentos previstos na tabela tivessem sido efetivamente honrados pelo Governo Municipal, como previa a Lei.

Deixe uma resposta

Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: